Informações

Engenharia Elétrica

Resumo do curso

Tipos de formação
Bacharelado e Pós-graduação
Área de conhecimento
Engenharias
Duração
em média, 5 anos
Estágio obrigatório?
Mínimo 160 horas

A classificação da área de conhecimento foi feita com base na Árvore do Conhecimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Sobre o curso de Engenharia Elétrica

O curso de Engenharia Elétrica forma profissionais capazes de lidar com a geração, transmissão e distribuição da energia elétrica.

Ao final da graduação, o aluno poderá atuar no planejamento e operação de sistemas elétricos. O engenheiro eletricista tem competência tanto para projetar e construir usinas e estações de geração de energia, como para fazer a gerência da manutenção das redes de alta tensão.

No mercado de trabalho, o engenheiro eletricista pode atuar em concessionárias de energia, indústrias, consultorias, empresas prestadoras de serviços e no setor público.

O profissional da Engenharia Elétrica pode também fiscalizar e periciar obras e serviços dentro de sua área de conhecimento, assim como exercer funções de ensino e pesquisa. Atua, inclusive, com informática e sistemas e redes de comunicação e telecomunicações com e sem fio.

Os tipos de formação para o curso de Engenharia Elétrica são: bacharelado e pós-graduação .

Engenharia Elétrica
Procure o curso de Engenharia Elétrica ideal para você!
Veja como é simples começar a estudar
  1. Encontre seu curso
  2. Garanta sua bolsa
  3. Economize até se formar
Mensalidades a partir de R$ 140,00 entre as 1.118 instituições parceiras do Guia do Estudante Bolsas.
Tipo de modalidade
Qual a sua localização?
Cidade, endereço ou CEP
Prefere alguma faculdade?
Digite as faculdades

Personagem curioso

O que faz o Engenheiro Elétrico?

O engenheiro eletricista executa serviços elétricos, eletrônicos e de telecomunicações. Ele analisa propostas técnicas, instala, configura e inspeciona sistemas e equipamentos, com testes e ensaios.

Como profissional de Engenharia Elétrica, também está apto a estudar, projetar, planejar e especificar sistemas e equipamentos elétricos, eletrônicos e de telecomunicações, além de elaborar sua documentação técnica.

Com o Guia do Estudante Bolsas, entrar na faculdade é muito mais fácil!

Cadastre-se e receba alertas por e-mail e WhatsApp quando chegarem novas vagas do seu interesse.
Seu nome

Com o Guia do Estudante Bolsas, entrar na faculdade é muito mais fácil!

Encontre seu curso

1
Busque informações sobre bolsas de estudo, faculdades, cursos e preços.
Você pode informar a sua localização e a gente mostra quais vagas estão mais próximas a você.

Garanta sua bolsa de estudo

2
Pague a pré-matrícula e estude com o menor preço até o fim do curso.
Você pode pagar no boleto ou parcelar em até 12 vezes no cartão de crédito.

Economize até se formar!

3
É só passar no processo seletivo da faculdade e concluir a matrícula.
Personagem Quero Bolsa

Nota de corte para Engenharia Elétrica

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Engenharia Elétrica foram:

Programa
Menor nota de corte
Maior nota de corte

Menor nota de corte

450

Cesf

Maior nota de corte

699

Puc-Rio

Menor nota de corte

495

Faj

Maior nota de corte

727

Unip

Menor nota de corte

632

Ifpe

Maior nota de corte

790

Ufpa
Ativo 2

Está com dúvidas sobre Engenharia Elétrica?

Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Acessar Perguntas e Respostas

Como é o curso de Engenharia Elétrica?

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), todos os cursos de Engenharia devem ser compostos por núcleos de conteúdos básicos, profissionalizantes e específicos.

Dentre os conteúdos básicos que devem ocupar pelo menos 30% da carga horária total, se destacam os seguintes tópicos na Engenharia Elétrica:

  • Administração;

  • Ciências do Ambiente;

  • Ciência e Tecnologia dos Materiais;

  • Economia;

  • Eletricidade Aplicada;

  • Expressão Gráfica;

  • Fenômenos de Transporte;

  • Física;

  • Informática;

  • Matemática e Estatística;

  • Mecânica dos Sólidos;

  • Metodologia Científica e Tecnológica;

  • Química.

Já os conteúdos profissionalizantes são obrigatórios em pelo menos 15% da grade do curso de Engenharia Elétrica, sendo aplicados estes dezenove tópicos:

  • Análise, modelagem e simulação de sistemas lineares;

  • Circuitos elétricos;

  • Circuitos lógicos;

  • Conversão de energia;

  • Dispositivos semicondutores;

  • Eletromagnetismo;

  • Eletrônica analógica;

  • Eletrônica de potência;

  • Eletrônica digital;

  • Fundamentos de sistemas elétricos de potência;

  • Gestão e eficiência energética;

  • Instalações elétricas;

  • Instrumentação eletrônica;

  • Máquinas elétricas;

  • Materiais elétricos;

  • Princípios de comunicações;

  • Redes de comunicação de dados;

  • Sinais e sistemas;

  • Sistemas de controle.

A instituição de ensino é livre para propor os conteúdos específicos restantes, com extensões e aprofundamentos da parte profissionalizante.

O aluno deve produzir um trabalho de conclusão de curso (TCC) que demonstre o seu aprendizado durante a graduação para se formar como engenheiro eletricista.

Qual a grade curricular de Engenharia Elétrica?

Para conhecer as matérias do seu curso de Engenharia Elétrica, basta acessar abaixo:

Grade Curricular de Engenharia Elétrica

Faça carreira em Engenharia Elétrica

Onde o profissional pode trabalhar?

O engenheiro eletricista trabalha em diferentes áreas. No setor industrial, está presente na fabricação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos e eletrônicos e de equipamentos de telecomunicação.

A presença do profissional de Engenharia Elétrica também é constante na atividade de serviços de apoio à indústria, como na manutenção, na geração, distribuição e transmissão de energia elétrica, água e gás, e na construção civil.

Exerce suas atividades em equipe, como empregado ou prestador de serviços, em empresas de todos os tamanhos, nas esferas pública e privada.

Dependendo da atividade, pode estar sujeito a riscos, como trabalhar em grandes alturas e com altas temperaturas e ficar exposto a ruído intenso, material tóxico, alta tensão e radiação.


Quanto ganha um Engenheiro Elétrico

O salário médio de um Engenheiro Elétrico no Brasil é de R$ 6.459,04. Os estados onde a profissão de Engenheiro Elétrico têm os melhores salários são Rio de Janeiro, Distrito Federal e Bahia.

Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui quanto ganha um Engenheiro Elétrico .


Quais são as exigências do mercado de trabalho?

Para poder atuar profissionalmente, além do diploma em um curso reconhecido pelo MEC, o engenheiro eletricista precisa estar regularmente inscrito no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

O mercado exige atualização constante para que o profissional mantenha seu emprego. O exercício pleno da atividade costuma acontecer, em média, após quatro anos de experiência na área.


Quais são as principais competências pessoais do Engenharia Elétrica?

As principais características do profissional de Engenharia Elétrica, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

  • Criatividade;

  • Pró-atividade;

  • Trabalhar em equipe;

  • Raciocínio lógico;

  • Raciocínio analítico;

  • Capacidade de síntese;

  • Visão espacial.