Envie mensagem ou ligue
Informações

Mestrado

Tudo que você precisa saber sobre mestrado:
entenda a diferença entre os diversos tipos, método de ingresso,
carga horária, avaliações, características dos cursos e encontre a
opção ideal para você.

Buscar cursos de mestrado
Digite o curso
Digite as faculdades
Até quanto pode pagar?
Encontrar minha vaga

Descubra o melhor da pós-graduação

O que é o mestrado?

O curso de mestrado é uma pós-graduação stricto sensu que é dividida em duas categorias: profissionalizante e acadêmico. O primeiro forma profissionais que estão focados no mercado de trabalho. Nele o aluno terá maior contato com conhecimentos teóricos e analíticos sobre determinada área do conhecimento.

Já a vertente acadêmica é mais voltada para quem deseja ampliar o conhecimento a respeito de uma área ou assunto visto durante a graduação. É indicado para quem gosta de fazer pesquisas e, principalmente, para aqueles que querem ser professores.

aluno-mestrado

Para entrar no mestrado, o estudante tem o seu currículo avaliado e, geralmente, precisa realizar provas de conhecimentos gerais, teste de proficiência em um idioma estrangeiro e entrevista com professores avaliadores. Ainda, é necessário também possuir um projeto de pesquisa que será desenvolvido durante o curso. É interessante que ele tenha participado de um programa de iniciação científica

Já durante o curso, o aluno é acompanhado por um professor orientador que o ajuda a selecionar as disciplinas e o acompanha na elaboração de sua dissertação ao final. Esse trabalho é o resultado das pesquisas realizadas durante o curso. Quando aprovado, o estudante recebe um diploma e, então, ganha o título de mestre.

Qual é o tempo de um mestrado?

A duração de um curso de mestrado é de 18 a 24 meses. Isso muda em casos de mestrado profissional, quando o curso passa a durar entre 12 e 18 meses.

Qual a diferença entre lato sensu e stricto sensu?

Como explicamos antes, o mestrado, assim como o doutorado, é classificado como uma pós-graduação stricto sensu. As pós também podem ser classificadas como lato sensu (o que engloba as especializações e MBA ). Mas, afinal, qual é a diferença entre essas duas categorias?

A diferença é simples: o foco da área de estudo. Enquanto o stricto sensu é voltado para a pesquisa científica e docência, o lato sensu serve como uma especialização da sua área de atuação, podendo ampliar o seu valor no mercado de trabalho.

Quem pode fazer um mestrado?

De acordo a Resolução nº 1/2007, artigo 1º, parágrafo 3, estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC), apenas portadores de diploma de curso superior podem fazer matrícula em cursos de pós-graduação lato sensu. Isso quer dizer que somente os estudantes que finalizaram a graduação e colaram grau sem nenhuma dependência podem iniciar uma especialização .

O mesmo vale para cursos de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado). Segundo o inciso III, do artigo 44 da Lei nº 9.394/1996, entre as exigências para participar dos programas é ser devidamente diplomado em algum curso superior de graduação.

Mestrado x doutorado

Tanto o mestrado quanto o doutorado são classificados como pós-graduação stricto sensu, porém, existem grandes diferenças entre eles. A primeira é no que se refere ao tempo de duração de cada um dos cursos. Enquanto o mestrado tem duração média de dois anos, o doutorado pode variar entre quatro e cinco anos.

A segunda maior diferença está na intensidade e profundidade do que está estudado. O mestrado traz um estudo maior sobre alguma área ou assunto vistos durante a graduação. É indicado para quem gosta de fazer pesquisas e, principalmente, para aqueles que querem ser professores e se destacarem na área acadêmica.

O doutorado , por sua vez, é indicado para quem quer aprofundar ainda mais o seu conhecimento sobre determinada área e também deseja atuar futuramente na área da pesquisa.

mestrado-doutorado

Ainda, o trabalho entregue ao final do curso também é bastante diferente entre essas pós-graduações. No mestrado o aluno é acompanhado por um professor orientador que o ajuda a selecionar as disciplinas e o acompanha na elaboração de sua dissertação ao final. Esse trabalho é o resultado das pesquisas realizadas durante o curso e não precisa ser inédito. Quando aprovado, recebe-se o título de mestre.

Já no doutorado , o aluno entregará um projeto de pesquisa e irá elaborar uma tese, a qual deve ser inédita e representar um avanço do conhecimento na área pesquisada. Se aprovado, ele recebe o título de doutor.

A Revista QB publicou esta matéria que explica um pouco mais sobre a diferença entre esses cursos de pós-graduação

Sou obrigada a fazer o mestrado para fazer o doutorado?

Primeiramente, é preciso ter em mente que as pós-graduações seguem uma ordem evolutiva de sua complexidade e sobrecarga, sendo os cursos de pós-graduação lato sensu considerados "iniciais" em questão de aprofundamento em uma matéria. Já os stricto sensu, como o mestrado e doutorado, são mais especializados e "complexos" em relação ao estudo de certo tópico.

O doutorado é considerado como o curso mais profundo e, assim, o que necessita de uma maior dedicação do estudante em relação aos estudos.

Para quem deseja se dedicar à área da pesquisa e à docência, é natural procurar diretamente os cursos stricto sensu. Porém, apesar do caminho mais natural ser começar por um curso “inicial”, ou seja, pelo mestrado, existe sim a possibilidade do estudante partir diretamente para o Doutorado.

A grande questão nisso, porém, é que grande parte das instituições brasileiras só aceitam alunos para os programas de doutorado quando eles já passaram pelo mestrado. Mas existem exceções.

Caso o projeto de pesquisa e o currículo acadêmico do candidato tenham destaque, a universidade pode aceitá-lo no doutorado antes do mestrado. Contudo, como o doutorado traz uma continuação de uma pesquisa que normalmente se inicia no mestrado, pode haver uma diminuição do conhecimento adquirido pelo estudante.

Existe mestrado online?

Sim, existe mestrado EaD (a distância), porém, é necessário que a instituição siga algumas determinações do MEC e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

mestrado-online

A metodologia dos cursos de mestrado EaD varia de acordo com o programa da instituição que o oferece. Mesmo a distância, essas aulas de mestrado têm encontros e atividades presenciais. Isso porque todo mestrado a distância, de acordo com a legislação do MEC, precisa obrigatoriamente incluir atividades e provas presenciais, qualificação presencial para a defesa da dissertação e apresentação presencial da dissertação (sendo que pelo menos um professor da banca deve ser de fora da instituição).

Para poder oferecer um curso de mestrado a distância, a instituição de ensino precisa ser reconhecida pelo MEC. Além disso, deve submeter o programa à autorização da Capes e comprovar que mantém um grupo de pesquisa na mesa área de conhecimento do curso oferecido. Cumprindo essas premissas, o diploma do mestrado EaD terá a mesma validade que o curso presencial.

Por que fazer um mestrado?

Fazer um mestrado é um ótimo caminho para quem gosta da área de pesquisa e quer se dedicar à docência. O curso traz um grande aprofundamento em certa área ou assunto da área acadêmica.

Nesta matéria da Revista QB você confere mais detalhes de como é a rotina de quem faz um mestrado.

Com o Guia do Estudante Bolsas, entrar na faculdade é muito mais fácil!

Cadastre-se e receba alertas por e-mail e WhatsApp quando chegarem novas vagas do seu interesse.

Com o Guia do Estudante Bolsas, entrar na faculdade é muito mais fácil!

Encontre seu curso

1
Busque informações sobre bolsas de estudo, faculdades, cursos e preços.
Você pode informar a sua localização e a gente mostra quais vagas estão mais próximas a você.

Garanta sua bolsa de estudo

2
Pague a pré-matrícula e estude com o menor preço até o fim do curso.
Você pode pagar no boleto ou parcelar em até 12 vezes no cartão de crédito.

Economize até se formar!

3
É só passar no processo seletivo da faculdade e concluir a matrícula.
Personagem Quero Bolsa